O Circo Mecânico Tresaulti e o Steampunk

Já ouviram falar em Steampunk? Pois bem, eu não sabia o que era até esse mês.

Recentemente fui convidada para participar de um clube do livro de Whatsapp. A dinâmica é simples: Cada membro do grupo sugere um título, é feito um sorteio e todos tem 1 mês para a leitura. Passado esse tempo é feita uma discussão.

O livro da vez foi o Circo Mecânico Tresaulti, minha primeira leitura do gênero Steampunk. Vou compartilhar aqui minha resenha e opinião sobre ele. Advertência: Não sou especialista em literatura, apenas fã ❤

Sobre o Steampunk, este é um subgênero da Ficção científica também conhecido como Tecnavapor (diminutivo de ”Tecnologia a Vapor”). O diferencial desse estilo é a tecnologia. Nas histórias do Steampunk a tecnologia à vapor (steam) se desenvolveu mais que as outras e seria o grande invento do homem. E isso é unido à diversos aparelhos mecanizados.

O Circo Mecânico Tresaulti conta a história de um circo de artistas mecânicos que sobrevive em uma época onde todos estavam em guerra. A Chefe do circo é a Boss, que possui o poder misterioso de devolver a vida aos mortos e reconstruir seus corpos a partir de metais, engrenagens e sucatas. Ossos, órgãos e músculos dos artistas são substituídos por peças mecânicas que lhes conferem habilidades humanamente impossíveis, como as trapezistas, que têm ossos ocos, ficando “mais leves que o ar”. Os modificados não eram imortais, mas em alguns casos Boss podia ressuscitá-los. Depois de “consertados” eles não mais envelheciam e ficavam magicamente ligados ao circo.

O cartaz diz “Mais Leves que o Ar”. O clima na tenda é: Veremos.

Quando aceitos no circo, os artistas recebiam novos nomes e abriam mão das armas, ganhando uma nova vida. Alguns permaneciam humanos, outros morriam para acordar especiais. Alguns chegavam por ambição, desespero ou pelo desejo de um lar e uma família.

As pessoas que assistiam ao espetáculo, ficavam maravilhadas. O número mais aclamado era do homem com um par de asas mecânicas, que sobrevoava a plateia. Mas os talentos de Boss chamavam à atenção de “homens do governo” que desejavam suas habilidades a fim de criar exércitos invencíveis.

“Bem-vindos ao Circo Mecânico Tresaulti!”, você aplaude como se sua vida dependesse disso, sem saber por quê.

Eu não gosto muito de circo, então já fiz careta. Mas desafio dado, desafio cumprido.

O início da leitura não foi empolgante. A narrativa é bem diferente daquele “Era uma vez” habitual, onde tudo é entregue de cara. Os capítulos são extremamente curtos (duas ou três páginas) que se passam em tempos diferentes. Quando você acha que vai descobrir algo, pá! A história muda.

Se isso foi um problema no começo, depois de um tempo começou a ficar muito interessante. Foi justamente o que me prendeu à história. A vontade de juntar as peças e descobrir o que vinha à seguir.

Uma outra dificuldade é lembrar dos personagens, são muitos nomes. Mas aos poucos é possível compreender as singularidades em cada um e suas histórias. Não consigo determinar em qual momento comecei a me encantar com esse universo.

A maior parte da história é narrada por Little George que se considerava “cego” e somente muito tempo depois começa a entender os mistérios do circo. É como ficamos nós leitores, com um final aberto à interpretações.

Como a vida dos artistas ficavam ligadas ao circo?

Como Boss adquirira suas habilidades mágicas? Só sabemos quando foi.

Essas são algumas perguntas que ficam no ar. Eu particularmente adorei, e tenho minhas interpretações sobre vários aspectos, mas impossíveis de comentar sem dar spoilers. Pra mim valeu a pena demais a leitura.

Comprei a Edição Limitada da DarkSide, com ilustrações de Wesley Rodrigues:

circo-mecanico-tresaulti-limited-edition-darkside-books-aplicacao

Tag: 16 perguntas sobre maquiagem

Olá queridos! Nesse post vou responder as perguntinhas dessa tag bem bacana, sobre maquiagem

Vamos as perguntas:

1 – Você tem 2 minutos para sair de casa… Qual o único produto que passa no rosto?

R: Com certeza o rímel. Meus cílios são bem curtos e sem muito volume então faz toda a diferença

2 – Qual seu tipo de pele?

R: Mista. Algumas regiões são mais secas (tipo o nariz) e outras mais oleosas (testa, rs)

3 – Costuma ir ao dermatologista com frequência? Faz algum tratamento?

R: Não. Mas confesso que preciso dar mais atenção aos probleminhas como queda de cabelo e unhas fracas.

4 – Qual o seu hidratante facial favorito? Porquê?

R: Esse bonitinho aí embaixo. o Clean & Clear, antiacne. Não tenho problemas graves de acne, mas sempre aparece uma ou outra. Acho que esse hidratante atende bem a ideia de hidratar sem deixar a pele oleosa. E ajuda a combater e prevenir a acne.

320666_1GG

5 – Já teve problemas com acne?

R: Sim. Quando mais nova tinha muita espinha na região da testa, onde a minha pele é mais oleosa. Tratei o problema com uso de pílula anticoncepcional e kits de limpeza facial.

6 – Algum produto de maquiagem te causou acne ou alergia?

R: Normalmente não sofro com alergias, mas a base em pó mineral (foto abaixo) não funcionou muito bem pra mim. Fiquei espirrando e tossindo, após a aplicação. Mesmo “tapando” o nariz, ou molhando o pincel um pouquinho pra evitar que o pó se espalhe no ar.

testedasbasesmk-15-

7 – Prefere base ou corretivo?

R: Base!

8 – Prefere blush ou bronzer?

R: Bronzer. Não curto muito o efeito corada. E como tenho o rosto mais redondo sempre uso o bronzer pra contornar as bochechas

9 – Qual a sua marca preferida de batom? Porquê?

R: O meu queridinho do momento é o batom efeito matte. Já testei várias marcas e a que mais gostei foi a “Quem disse, Berenice?”. O batom não transfere e não borra facilmente e é confortável de usar.

batom-liquido-quem-disse-berenice-vermelho-01

10 – Cílios alongados ou volumosos?

R: Alongados, e com efeito bem natural.

alongar-os-cilios-de-forma-natural

11 – Duas marcas preferidas de maquiagem:

Mary Kay e Maybelline

12 – Prefere comprar maquiagem em lojas físicas ou online?

R: Físicas. Sempre que possível, prefiro testar o produto antes.

13 – Já usou ou usa receitas caseiras para a pele?

R: Sim. Usei uma receita com pó de café para amenizar as estrias

14 – Costuma dormir maquiada?

R: Não e tenho muito medo dos danos que isso pode causar. Por isso sempre tenho lenços demaquilantes ou a água micelar.

_D974854D-AEBB-494B-A66D-115EBD2D2128__7899706126335_500x500

15 – O que você aconselha para comprar, a quem quer começar a usar maquiagem?

R: Acho que pincéis de aplicação adequados. As vezes a maquiagem não fica com o efeito desejado por não usar os instrumentos certos.

16 – Qual o produto que você deseja muito comprar mas não o faz por ser muito caro?

R: Paleta de sombras Naked

Minha lista de filmes – Netflix

Nesse post venho compartilhar um resumo dos últimos filmes que assisti e adorei, disponíveis no Netflix. Meus tipos favoritos de filme são de suspense, mistério, crimes, aventura e drama. Principalmente os que ajudam a desvendar mistérios da mente humana e os que nos fazem refletir sobre a vida. Se você também gosta desses tipos de filme, pode se identificar com as escolhas 🙂

Começo por estes, que pasmem, não tinha assistido ainda: O Código da Vinci e Anjos e Demônios, baseados em livros de Dan Brown.

O Código da Vinci

Codigo-da-vinci-poster091

Não é novidade que O Código da Vinci desagradou muitos cristãos, uma vez que questiona a divindade de Jesus Cristo. Na trama, a personagem Sophie é supostamente uma descendente direta de Jesus, que teria sido casado com Maria Madalena. O corpo de Maria Madalena seria o grande tesouro escondido pela Igreja.

Resumo: Robert Langdon (Tom Hanks) é um famoso simbologista, que foi convocado a comparecer no Museu do Louvre após o assassinato de um curador. A morte deixou uma série de pistas e símbolos estranhos, os quais Langdon precisa decifrar. Em seu trabalho ele conta com a ajuda de Sophie Neveu (Audrey Tautou), criptógrafa da polícia. Porém o que Langdon não esperava era que suas investigações o levassem a uma série de mensagens ocultas nas obras de Leonardo Da Vinci, que indicam a existência de uma sociedade secreta que tem por missão guardar um segredo que já dura mais de 2 mil anos.

Anjos e Demônios

Angels_&_Demons_(filme)

Depois do homicídio de um cientista, Robert Langdon é chamado para investigar um desaparecimento de uma substância perigosa conhecida como antimatéria – o encontro da matéria com a antimatéria resulta em uma explosão que transforma massa em energia (A ciência acredita que ambas existiam em quantidades iguais quando ocorreu o Big Bang, mas se destruíram). Um emblema Illuminati queimado sobre o cientista morto reaviva a hipótese dessa sociedade secreta ainda existir, lançando Langdon numa procura às respostas das questões levantadas pelos recentes acontecimentos. A história é desenrolada durante o Conclave (forma para escolher o sucessor de um Papa), diante de uma Roma que acompanha de perto a eleição papal e os misteriosos assassinatos de Cardeais.

Uma prova de amor

19874004.jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxx

Filme muito emocionante! Mostra o sofrimento de Kate, que luta contra o câncer e de sua família, que abriu mão de tudo para tentar salvá-la. O filme é narrado por Anna, irmã mais nova de Kate, gerada de uma inseminação artificial para ser uma doadora compatível. Durante sua vida, Anna foi submetida a diversos procedimentos médicos na tentativa de curar Kate. Aos 11 anos, ela precisa doar um rim para a irmã. Com isso, decide enfrentar os pais e lutar na justiça por emancipação médica, de forma a que tenha direito a decidir o que fazer com seu corpo.

Nerve

MV5BMTUzOTg1OTM4NV5BMl5BanBnXkFtZTgwMTg2Mjg0OTE@._V1_UX182_CR0,0,182,268_AL_

O filme mostra um jogo similar ao “Baleia Azul”, uma brincadeira mortal no estilo “Verdade ou Desafio”, que é acompanhada por vários usuários online. No jogo, o usuário pode ser um jogador ou apenas observador. Cansada de ser vista como a garota que não se arrisca na vida, Vee DeMarco (Emma Roberts) decide participar do jogo Nerve. Para a surpresa de todos, ela escolhe ser jogadora, acreditando ser um jogo inofensivo, até descobrir que todos os seus passos e atos são vistos e manipulados por uma comunidade anônima de usuários.

A vítima perfeita (In Her Skin)

A-Vitima-Perfeita

Filme baseado em uma história real. Consumida com a auto-repugnância, com 19 anos de idade, Caroline Reed Robertson cobiça e rapta com a intenção de assassinar Rachel Barber de 15 anos que considera perfeita; tudo o que ela não é: bonita, segura de si e feliz. Apesar da indiferença da polícia, seus pais montam uma campanha pública para encontrá-la e acabam descobrindo que ela foi assassinada cruelmente.

À procura

056625.jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxx

Canadá. Matthew (Ryan Reynolds) estava dirigindo seu carro e parou para fazer uma rápida compra, deixando a filha de nove anos, Cass (Peyton Kennedy/Alexia Fast), no banco de trás. Ao retornar, ela havia desaparecido sem deixar pistas. Os policiais Nicole (Rosario Dawson) e Jeffrey (Scott Speedman) assumiram o caso, mas nada descobriram. A primeira pista sobre a garota apenas surge seis anos depois, quando os policiais estão investigando uma grande rede de pedofilia. Para a surpresa de todos, Cass tem um importante papel na organização, já que é ela quem entra em contato com as crianças pela internet para atraí-las. Apesar disto, ela segue sendo mantida em cativeiro por seu raptor, Mika (Kevin Durand).

Invasão de Privacidade

062644.jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxx

Mike é um magnata que pretende expandir seus negócios, com um aplicativo de aluguel de aeronaves. Durante a apresentação do projeto aos seus funcionários, ocorre um problema com a transmissão do vídeo e quem o salva é o estagiário de TI, Ed Porter. Com isso cai nas graças do patrão, com direito à efetivação, aumento de salário e uma visita à sua casa para consertar o wi-fi que anda lento. O rapaz começa a assediar a filha de Mike e com isso os dois desenvolvem uma inimizade. O ex estagiário então hackeia a casa do empresário, que é controlada por tecnologia, para se vingar da família.

Cachaçaria e petiscaria Aguaceiro

Como bons amantes de botecos, nesta quarta-feira meu esposo e eu fomos conhecer uma nova Cachaçaria na cidade, a Aguaceiro. Desde que a franquia da Água Doce foi fechada, nenhum outro bar daqui oferecia tantas opções de cachaças.

Se você não e tão fã da “pinguinha”, assim como eu, pode ficar feliz com as propostas de drinks e coquetéis diferenciados.

O lugar é uma graça, decorado com objetos antigos e com vários detalhes. Fomos muito bem atendidos e serviram degustações como cortesia durante a nossa estada. (A polenta frita é uma delícia)

Já quero voltar e experimentar os churros da casa. Vimos servir na mesma ao lado mas a essa altura já estávamos cheios (rs)

Abaixo deixo algumas fotos que fiz de lá, com o celular. O drink na foto é o Maruberry (Mix de Amarula, morango e vodka). Totalmente aprovado!

Decoração com pôster (Freebie)

Se você tem intenção de decorar a sua casa gastando pouco, os pôsters são uma ótima opção, seja para ambientes neutros ou mais coloridos. O legal é que podemos personalizá-los facilmente. Se preferir, pode criar a sua própria arte ou encomendar uma do seu jeito.

Se você vai usar seu pôster na parede, veja algumas alternativas para evitar os furos: se o pôster for leve, você pode optar pela massa adesiva. Já a fita dupla face de espuma suporta melhor o peso das molduras.

Você também pode criar um “varal” com barbante e pendurar vários pôsters, ou colocá-los em prateleiras.

Deixo aqui como presente, um pôster que fiz com o título do Blog. É só clicar na imagem aqui embaixo para ampliar e em seguida salvar. Pra quem tem impressora pode imprimir em papel couché ou papel fotográfico ou levar até uma gráfica. A moldura é opcional.

Poster

Para quem procura pôsters prontos e emoldurados em Ponta Grossa, pode conferir a loja Los Quadros, no Shopping Palladium. O preço varia conforme o tamanho do quadro.

Vejam alguns ambientes decorados com pôsters: